Ligue pra gente!
3066-2600

Como conciliar o uso dos dispositivos móveis com a saúde das crianças

Nenhum Comentário 786 Visualizações0


Imagem mostra criança mexendo em celular e ilustra post sobre Como conciliar o uso dos dispositivos moveis com a saude das criancas

Como com os adultos, o uso excessivo de computadores, tablets, celulares e dispositivos eletrônicos pelas crianças também pode trazer problemas à saúde dos pequenos. Segundo uma pesquisa do Instituto Penido Burnier, de São Paulo, 30% das dores de cabeça na infância estão relacionadas ao uso indiscriminado da tecnologia. Para saber como conciliar o uso dos dispositivos móveis com a saúde das crianças continue lendo o post!

Pesquisa foi feita com mais de 300 pacientes

O estudo do Instituto avaliou 360 pacientes, na faixa etária de 9 a 12 anos, em períodos máximos de até seis horas na frente dos dispositivos.

Além do resultado que apontou o aumento da incidência da dor de cabeça em 30% devido a este uso excessivo, a pesquisa afirma que ele também pode dificultar o desenvolvimento das crianças por conta dos diversos estímulos visuais recebidos por elas.

O levantamento também relacionou o uso excessivo dos computadores e os períodos prolongados olhando para as telas aos problemas de miopia, que também pode estar relacionada a doenças mais sérias como catarata e glaucoma precoces.

+ Leia mais: Como o diagnóstico precoce da fibrose cística pode ajudar no seu tratamento

Os principais sinais de problemas de visão nos pequenos  

É possível saber quando as crianças estão com algum problema na visão a partir de alguns de seus comportamentos.

Caso o seu filho ou filha caia com frequência, assista à televisão, fique no computador ou leia um livro muito de perto, faça caretas para enxergar e/ou se queixe de dor nos olhos ou dor de cabeça também frequentemente, é mais do que recomendado procurar um médico especialista, seja o pediatra ou o oftalmologista.

Como conciliar o uso dos dispositivos móveis com a saúde das crianças

É mais do que possível conciliar o uso dos dispositivos móveis e a saúde das crianças. Para evitar os problemas que citamos acima e que algumas situações se agravem, certas dicas são fundamentais.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Pediatria, crianças de até 1 ano e meio não devem ser expostas a dispositivos móveis. De 2 a 5 anos, no máximo uma hora por dia. Acima de 6 anos, até duas horas, sempre observadas pelos pais. Para não prejudicar o sono dos pequenos, o contato com os aparelhos também deve ser feito apenas até as 18h.

Em caso de dores de cabeça, recomenda-se que a criança descanse e olhe para o horizonte de 15 a 30 minutos. A distância recomendada entre a tela e os olhos deve ser de, no mínimo, 60 centímetros.

Por fim, os pais devem se lembrar que existem outras brincadeiras e formas de prender a atenção da criança. Os pequenos devem ser estimulados a brincarem de piques, amarelinha, bonecos e outras atividades que ajudem no aprendizado e na criatividade.

Não se esqueça da saúde das crianças, marque agora sua consulta com um de nossos pediatras!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *